plenonews entrevista 2

Entrevista VM sobre ajustar as finanças no início de ano – PlenoNews

A pandemia gerou uma crise econômica que atingiu muitas pessoas, mas o isolamento social também fez com que muitas famílias ficassem afastadas por muito tempo. Há quem tenha se esquecido dos boletos e esbanjado uma ceia farta de Natal para recepcionar os seus entes queridos, comprar os presentes e celebrar a tradicional data no fim do ano. Mas agora, em janeiro, a realidade bate à porta dos endividados, e a conta do cartão de crédito fica cada vez mais próxima.

A pessoa que se empolgou na ceia de natal, comprou demais e percebeu que não vai ter como pagar as contas pode tentar negociar com o banco? Qual o melhor momento para iniciar a negociação?
A maior parte das nossas decisões são, de alguma forma, baseadas nas emoções. Ou seja, o impulso de comprar mais e a empolgação em épocas de festas podem trazer enormes arrependimentos. O primeiro passo é não se lamentar. Nunca houve um boleto pago pela frase “eu deveria ter feito…” alguma coisa.

Nesse sentido, devemos ser rápidos. Iniciar uma negociação o quanto antes é sempre a melhor opção, inclusive antecipando-nos quando sentimos que “não vai dar pé”. Lembre-se de que pegar dinheiro emprestado em uma situação financeira mais favorável à negociação será sempre preferível.

Com o endividamento, muitas pessoas optam por parcelar a maior quantidade de coisas possíveis para poder pagar em mais tempo. Essa é uma boa opção?
Existe todo o sentido em termos um maior prazo para pagar as nossas dívidas. É a mesma lógica usada na avaliação de empresas: quanto mais longa a sua dívida, melhor a sua saúde financeira. Caso aconteça uma oportunidade de quitar antes, sempre existirá essa opção, contudo o complicado é ficar com vencimentos próximos e grandes.

É necessário fazer um empréstimo bancário ou usar o cheque especial?
O cheque especial apresenta altíssimas taxas de juros. Logo, outras alternativas seriam mais interessantes, como, por exemplo, o refinanciamento imobiliário ou veicular, que apresenta baixas taxas, prazos estendidos e, muitas vezes, 60 dias para iniciar o pagamento das parcelas. Existe também a antecipação de 13º e o crédito consignado.

Que possibilidades de renda extra são boas alternativas para o início de ano?
Existem aplicativos de mobilidade e entrega que seriam uma alternativa para uma renda extra. Eu também destacaria deixar de lado o orgulho e perguntar aos amigos e familiares se há algo que você possa fazer para ajudar em seus negócios.

Muitas vezes, existem pessoas que confiam em você e estão precisando de alguma ajuda. Comunicação é sempre fundamental. Não tenha vergonha. Todo mundo já passou por um aperto um dia ou pode passar por dificuldades financeiras. É temporário. Tenha paciência. Faça o que é correto, e tudo vai dar certo!

Matéria publicada em:
https://pleno.news/economia/economista-da-dicas-de-como-e-possivel-acabar-com-as-dividas.html

Compartilhe o artigo nas suas redes sociais.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Vinicius Machado

Vinicius Machado

Economista pela Federal do Rio Grande do Sul e com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro. Durante a minha carreira sempre me encantei com atendimento direto às pessoas e aprendi a pensar as finanças além dos números, afinal, indivíduos não se resumem em suas metas e rentabilidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *